Consultado pelos cotistas dos FIDC Clássico e Oboé Multicred sobre a efetiva data de fechamento para resgate dos fundos, cujo administrador Oboé DTVM está sob intervenção do Banco Central, o colegiado manifestou seu posicionamento em ata de 05 de março publicada hoje no site da CVM. Enquanto no entendimento dos cotistas a data deveria ser 19 de outubro de 2011, um dia antes do primeiro ato público do interventor, que publicou fato relevante comunicado que os resgates de cotas estavam suspensos, o colegiado deliberou que a efetiva data de fechamento para o resgate de cotas dos fundos foi o mesmo dia da decretação da intervenção, ou seja, 15 de setembro de 2011. Um histórico do caso e a posição da área técnica da CVM foi publicada no MEMO/CVM/SIN/GIE/Nº 298/2012.
Rankings
Mais Lidos