Jornal

Rentabilidade efetiva anual de FII supera 19% nos últimos 12 meses

Nos últimos doze meses, enquanto o Índice Bovespa (Ibovespa) sofreu em um cenário internacional vulnerável às condições econômicas nos Estados Unidos e incertezas financeiras na Europa, os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) que fazem parte do ranking de rentabilidade efetiva anual seguiram na contramão desta conjuntura vulnerável.

Dentre os 61 FII que são negociáveis no mercado secundário da BM&FBOVESPA, 52 fundos foram negociados no mês de setembro de 2011 e, dentre estes, 31 foram negociados no mesmo mês do ano de 2010 fazendo assim parte do ranking de rentabilidade efetiva anual. A rentabilidade efetiva é equivalente à Taxa Interna de Retorno (TIR) do fluxo de caixa que considera as amortizações e os rendimentos distribuídos pelos fundos nos últimos doze meses e os preços médios ponderados por montante negociado, nos meses de setembro de 2010 e setembro de 2011.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Resumo das atas de assembleias de cotistas de FII divulgadas entre 17/10/2011 e 21/10/2011

Resumo das atas de assembleias de cotistas de FIIdivulgadas entre 17/10/2011 e 21/10/2011

AGE de cotistas do FII Kinea Renda Imobiliária (CNPJ: 12.005.956/0001-65) realizada em 10/10/2011

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Resumo das atas de assembleias de cotistas de FIDC divulgadas entre 17/10/2011 e 21/10/2011

AGO de cotistas do FIDC Visão Multimercado (CNPJ: 10.545.253/0001-02) realizada em 02/05/2011

Ordem do dia - Não especificada.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Montante emitido de CRI chega a R$ 7,83 bilhões no ano

Até setembro deste ano, o montante consolidado emitido de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) é de R$ 7,83 bilhões, equivalente a mais de 90,0% do total emitido em todo o ano de 2010. Em relação ao mesmo período do ano anterior, durante o qual foi emitido R$ 5,57 bilhões, há um crescimento de 40,7%.

Durante o mês de setembro de 2011 foram realizadas treze operações de CRI, para um total de R$ 494,7 milhões. Este montante representa uma queda de 27,7% em comparação ao montante emitido em setembro de 2010 e, em relação aos outros meses de 2011, só foi superior a dois deles: abril (R$ 290,7 milhões) e julho (R$ 170,8 milhões).

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Cota de FII cai após locatário pedir redução do valor mínimo de aluguel

Um fundo de investimento imobiliário (FII) que é proprietário da totalidade do empreendimento imobiliário recebeu do único locatário do imóvel solicitação de redução do valor mínimo de aluguel acordado no contrato de locação, fato este que ocasionou queda acentuada no valor de sua cota no mercado secundário na BM&FBOVESPA.

No dia 07 de outubro de 2011, o Hospital Nossa Senhora de Lourdes, locatário do empreendimento imobiliário homônimo de propriedade integral do FII Hospital Nossa Senhora de Lourdes (NSLU11B), solicitou através de uma proposta de acordo uma redução de aluguel em aproximadamente 33,3%. O aluguel atual está fixado em R$ 1.793.739,49 ou o equivalente a 8% da receita bruta do hospital, que, segundo a proposta, representa expressivo desequilíbrio econômico-financeiro, sendo incompatível com o nível de receitas do locatário. Segundo esta proposta o valor ideal mínimo de locação seria de R$ 1,35 milhão.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Retorno anual estimado dos rendimentos de FII fecha setembro em 8,9%

Retorno anual estimado dos rendimentos de FII fecha setembroem 8,9%

O retorno estimado médio linear dos rendimentos das cotas dos Fundos de Investimento Imobiliário (FII) negociados no mercado secundário da BM&FBOVESPA encerrou o mês de setembro de 2011 em 8,9%. O cálculo leva em conta as distribuições mensais nos últimos doze meses e o preço médio da cota do fundo no mês presente, sendo que este último é calculado de forma ponderada por volume negociado.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Resumo das atas de assembleias de cotistas de FIDC divulgadas entre 10/10/2011 e 14/10/2011

AGE de cotistas do FIDC Iguana Multisetorial (CNPJ: 12.712.606/0001-39) realizada em 29/09/2011

Ordem do dia - Aprovar a transformação do fundo em um fundo Não Padronizado (NP), alterar sua razão social para “Iguana Fundo de Investimento em Direitos Creditórios Não Padronizados”, consolidar novo regulamento e informar a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) das mudanças aprovadas nesta AG.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Resumo das atas de assembleias de cotistas de FII divulgadas entre 10/10/2011 e 14/10/2011

Resumo das atas de assembleias de cotistas de FIIdivulgadas entre 10/10/2011 e 14/10/2011

AGE de cotistas do FII CSHG Desenvolvimento de Shoppings Populares (CNPJ: 12.809.972/0001-00) realizada em 06/10/2011

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Valorização anual de cotas de FII mantém tendência com leve queda em setembro

A rentabilidade média anual do setor de Fundos de Investimento Imobiliário (FII) cujas cotas são negociadas na BM&FBOVESPA, avaliada apenas pela valorização média do preço das cotas nos últimos doze meses, apresentou em setembro queda de 0,2% em relação ao mês anterior. Com isso, desde o final de abril, quando atingiu 16,5%, a valorização média anual do preço das cotas dos FII no mercado secundário vem caindo gradualmente e terminou o mês passado em 8,9%.

O FIIBB Progressivo foi o mais rentável nos últimos doze meses. Com uma ótima valorização de preço de cota no mês de setembro, equivalente a 14,8%, o fundo conseguiu ultrapassar o primeiro colocadono final do mês anterior. Em setembro de 2011 o preço médio ponderado de suas cotas alcançou R$ 3.424,98, o equivalente a uma valorização de 55,1% em relação ao preço de R$ 2.207,75 registrado em setembro do ano anterior.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Vinte e cinco FII têm rentabilidade efetiva acima da Taxa DI em 2011

Dentre os quarenta Fundos de Investimento Imobiliário (FII) que fazem parte do ranking de rentabilidade efetiva acumulada de 2011, vinte e cinco superaram no período um dos principais indicadores financeiros do mercado brasileiro: a taxa média diária das operações no mercado interfinanceiro (Taxa DI). A rentabilidade efetiva é equivalente à Taxa Interna de Retorno (TIR) do fluxo de caixa que considera as amortizações e os rendimentos distribuídos pelos fundos até agora durante o ano de 2011 e os preços médios ponderados por montante negociado, nos meses de dezembro de 2010 e setembro de 2011.

Para os últimos nove meses, o retorno equivalente à 100,0% da Taxa DI calculada pela CETIP alcançou 8,7%. Se consideramos amédia da rentabilidadeefetivados FII, o acumulado do ano até o mês de setembro apresenta uma média de 11,33% para os quarenta FII, nível equivalente a 128,8% da Taxa DI diáriaacumulada no mesmo período.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
fii
fidc
cri
cra
Mais Recentes