Duratex assume papel de garantidora em projeto de fábrica e CRA é rebaixado

Na última segunda-feira, dia 03 de agosto, a S&P divulgou um comunicado no qual informava sobre a recente decisão de rebaixar a classificação de risco da 5ª série da 2ª emissão de CRA da Ourinvest, de 'AAA' para 'AA+'. A ação pautou-se em na nova opinião de crédito sobre a devedora dos ativos que lastreiam os CRA.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Emitido o maior CRA da história

Os participantes do mercado de finanças estruturadas puderam observar na semana passada a ocorrência de um fato histórico: a realização da operação de CRA de maior valor já registrado, de R$ 2,20 bilhões. A Vert foi a responsável pela operação, que é composta por duas séries de CRA.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Com nova emissão da Marfrig, mercado de CRA chega a R$ 6 bi no ano; títulos IPCA dominam mercado em 2020

Se encerrou nesta semana a oferta pública da série única da 11ª emissão de CRA da RB Capital Companhia Securitizadora, que tem como devedora a empresa Marfrig, uma das companhias líderes na produção de carne bovina no mundo. Agora o mercado de CRA ultrapassa o montante de R$ 6,00 bilhões em emissões consolidadas no ano de 2020. Diferentemente do que ocorreu em anos anteriores, o mercado observa uma forte predominância das emissões indexadas ao IPCA este ano.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

EcoSec se destaca no primeiro semestre do mercado de CRA

Dada a intensidade com a qual a nova crise atingiu diversos setores da economia brasileira, é natural que houvesse uma expectativa de que o mercado de finanças estruturadas, e o de capitais como um todo, também sofresse consequências negativas. No entanto, uma análise dos Rankings Uqbar de securitizadoras do agronegócio sugere que pelo menos para o mercado de CRA essa dinâmica parece não ter ocorrido de maneira tão agressiva.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings de agências têm poucas alterações na liderança em 2020

No início da semana o TLON publicou uma análise sobre o primeiro semestre das classificações de risco nos mercados de CRA, CRI e FIDC, focando nos dados a respeito das atribuições, elevações e rebaixamentos concedidos pelas agências no período. Agora, o foco passa a ser as agências em si, abordando o que aconteceu até agora no ano com o ranking de agências de classificação de risco para cada um destes mercados.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Emissões de CRA no primeiro semestre crescem pelo terceiro ano seguido

Ao fim do primeiro semestre de 2020 o mercado de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) alcançou R$ 5,81 bilhões em emissões consolidadas. Trata-se da segunda maior marca histórica alcançada no mercado primário para este período de ano. Diferentemente do comportamento histórico do segmento, o investidor Pessoa Física não foi o maior comprador destes títulos. Neste ano a maior fatia dos títulos emitidos no mercado primário ficou com os próprios participantes dos consórcios de distribuição das ofertas.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Com nova operação, Raízen se torna responsável por 11% do mercado primário de CRA

Na última segunda feira, dia 15, foi concluída a oferta de mais um Certificado de Recebível do Agronegócio (CRA) devido pela Raízen, gigante do setor sucroalcooleiro brasileiro e tradicional captadora de recursos por meio deste título. Trata-se das 1ª e 2ª séries da 10ª emissão da True Securitizadora, tendo lastro em debêntures emitidas pela sucroalcooleira. Esta é a oitava captação via CRA realizada pela Raízen. Com esta nova operação o mercado de CRA se aproxima de R$ 5,00 bilhões emitidos no ano.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Com operação da Minerva, mercado de CRA se aproxima de R$ 4 bilhões no ano

No último dia 8 de junho ocorreu a publicação do anúncio de encerramento da oferta pública da segunda maior emissão de CRA do ano, composta pela 1ª e 2ª série da 14ª emissão da ISEC. A operação tem como devedora a empresa Minerva, grande player da América do Sul no setor de produção e comercialização de carne in natura e seus derivados. Com este CRA o mercado alcançou o montante de R$ 3,62 bilhões em emissões consolidadas no ano de 2020. Novamente, conforme já ocorreu em outros anos, no que diz respeito à estrutura das operações de CRA, prevalecem, por larga margem, as operações com risco de crédito concentrado.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

CRA da Fortesec lastreado em CPR-F recebe classificação de risco

Ontem, a agência de classificação de risco Austin comunicou que no último dia 28 de maio optou por atribuir a classificação 'BB' e 'B+' à 1ª e à 2ª séries da 3ª emissão de CRA de emissão da Fortesec, respectivamente. A 1ª série, de classe sênior, e a 2ª série, de classe subordinada, juntas, perfazem o montante emitido de R$ 20,0 milhões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Oferta de CRA é concluída em meio à pandemia

No último dia 20 de maio foi publicado na CVM o anúncio de encerramento da oferta pública da 1ª série da 53ª emissão de CRA da Eco Securitizadora. A operação tem como lastro um CDCA emitido pela empresa JSL, grande player do setor de transportes e logística no Brasil. Trata-se da segunda maior emissão de CRA registrada no ano, até aqui.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings

Mais Recentes