Distribuidores tomam fatia das PF no mercado primário de CRA

O ano de 2020 marcou o mercado de CRA com algumas mudanças. Por um lado, pela primeira vez em sete anos, a maior parte do montante dos CRA foi ofertada sob o regime de esforços restritos (ICVM 476). Por outro, as Pessoas Físicas (PF) perderam muito espaço entre os investidores do mercado primário de CRA. Depois de abocanhar mais de 50,0% do montante emitido em anos anteriores, em 2020 as PF ficaram com apenas 38,0%.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

2020 mostra que mercado de CRA ainda está longe de alcançar seu objetivo primordial

À época de seu nascimento, o mercado de CRA foi idealizado para ser mais uma opção de crédito para agentes do agronegócio. Em teoria, o título de securitização possibilitaria que os agentes de menor porte, principalmente os pequenos produtores rurais, pudessem ter uma maior facilidade de acesso aos recursos necessários para sua produção, dado que, historicamente, estes indivíduos têm mais dificuldade em obter financiamento através do mercado bancário tradicional. Passado já um tempo considerável do nascimento do CRA, será que o objetivo primordial pensado para o título foi alcançado com êxito?

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

CRA da Cocal deve vir a mercado em fevereiro

O mercado de CRA terá em breve mais uma operação em que o lastro dos papéis será devido por uma empresa do agronegócio de grande porte, uma estrutura que se tornou dominante nessa indústria. Trata-se da 1ª e da 2ª série da 23ª emissão de CRA da ISEC.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

EcoSec termina 2020 com protagonismo entre as securitizadoras do agronegócio

Recentemente, foi publicada no TLON uma análise da atividade das securitizadoras do agronegócio ao longo do período compreendido entre janeiro e novembro de 2020 no mercado de CRA, ocasião na qual constatou-se que a EcoSec detinha o protagonismo. Agora, já é possível acoplar os dados referentes ao mês de dezembro na análise e entender de forma completa a ordenação final do Ranking Uqbar de securitizadoras do agronegócio em 2020, tanto pelo critério do montante emitido quanto pelo critério do número de operações.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Mais um CRA da Gaia mira o agricultor familiar

A Gaia Agro emitiu, no último dia 10 de dezembro, um CRA Verde que impactará uma comunidade no sul da Bahia. Esta não é a primeira vez que a securitizadora realiza uma operação centrada no pequeno produtor. Em maio de 2020 a Gaia Agro já havia emitido um CRA que tinha como sacado a Cooperativa de Produção Agropecuária Nova Santa Rita (Coopan), localizada em um assentamento no Rio Grande do Sul.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Vórtx assume operações de CRA da EcoSec

Recentemente, no início do mês de dezembro, foi divulgado no TLON a notícia de que a SLW estaria dando curso a um processo de interrupção de prestação de serviços no mercado de capitais. Pelo fato de a SLW ser uma tradicional empresa do ecossistema da securitização, seria natural que diversas operações de CRA, CRI e FIDC apresentassem lacunas de prestadores de serviço a serem preenchidas.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

EcoSec figura como líder no mercado primário de CRA em 2020

O ano de 2020 já adentrou em sua última quinzena e com isso, naturalmente, já é possível analisar quase que de forma completa como foi o comportamento do mercado primário de CRA. Neste artigo, será abordado o desempenho das securitizadoras do agronegócio através de uma observação da fotografia atual do Ranking Uqbar destes agentes, ordenados tanto por montante emitido quanto por número de operações, levando-se em consideração o período entre janeiro e novembro.

BASF está em processo de captação de recursos por meio de CRA da Gaia

Quem acompanha o mercado de CRA sabe que se tornou corriqueira a utilização deste título de securitização como instrumento de captação de recursos de grandes empresas. Essa dinâmica deve ser analisada com um olhar crítico nas ocasiões em que as operações são estruturadas apenas para refletir emissões de debêntures das próprias empresas. No entanto, o envolvimento de grandes empresas com essa indústria por si só não significa um problema, sendo possível que existam casos em que quem realmente precisa de alternativas de financiamento se beneficie. Um desses casos parece ser exemplificado por uma nova operação da securitizadora Gaia envolvendo a BASF Brasil (BASF).

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Maior oferta de CRA da história recebe registro

Foi registrada nesta semana na CVM a oferta pública das 1ª e 2ª séries da 12ª emissão de CRA da RB SEC. A oferta soma quase R$ 2,00 bilhões, o que a torna a maior oferta pública deste tipo de título já registrada na história. A emissão ainda pode ser aumentada conforme a demanda do mercado pelo título. A operação tem como lastro debêntures da empresa JBS. Se concluída ainda em 2020, esta operação levará o mercado primário de CRA a superar o ano de 2019 em volume de emissões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Emissões com risco concentrado aumentam participação no mercado de CRA

O mercado primário de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) caminha para encerrar o ano de 2020 em patamar bem próximo ao observado em 2019, com volume de emissões já superando R$ 10,00 bilhões. Tal qual ocorrido nos últimos anos, as operações de risco concentrado dominam o mercado e aumentaram ainda mais sua participação este ano.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings

Mais Recentes
fii
cri