Cotistas transformam FIDC em “padronizado” e substituem a gestora

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 04 e 08 de dezembro de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Cotistas de FIDC aprovam substituição de administrador e custodiante

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 27 de novembro e 01 de dezembro de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Cotistas do FIDC Illuminati reprovam adoção de medidas legais para recuperação de crédito

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 20 e 24 de novembro de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Gradual deixa administração do Multisetorial Silverado Maximum II

A Gradual Corretora de Câmbio Títulos e Valores Mobiliários (Gradual CCTVM) encaminhou na última sexta-feira, dia 24/11/2017, um comunicado para a CVM e para os cotistas do FIDC Multisetorial Silverado Maximum II, fundo onde exerce a função de administradora, informando sobre sua renúncia imediata e irretratável das atividades de administração, gestão, custódia, escrituração de cotas e distribuição do fundo. Uma assembleia geral de cotistas foi convocada para a mesma data com o intuito de deliberar sobre a substituição da administradora do fundo.

FIDC Tapso NP aprova universo de cedentes e devedores de direitos creditórios adquiríveis pelo fundo

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 13 e 17 de novembro de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Mercado de FIDC se aproxima dos 600 fundos; crescimento ocorre em quase todas as classes de ativo-lastro

Ao fim de outubro de 2017, a indústria de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) apresenta crescimento no ano de 6,2% em termos de Patrimônio Líquido (PL) consolidado, e de 12,2% no tocante ao número de fundos. São R$ 69,81 bilhões em PL, referentes a um total de 589 fundos. Em dezembro de 2016 eram R$ 65,71 bilhões e 525 fundos em operação.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Liquidação antecipada do FIDC Normandie NP é aprovada

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 06 de novembro e 10 de novembro de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Composição da carteira, risco de liquidez e atrasos explicam rebaixamento de cotas do FIDC Multissetorial Invest Dunas LP

No dia 09/11/2017 a Liberum rebaixou a classificação de risco das cotas sênior e mezanino do FIDC Multissetorial Invest Dunas LP. No caso das cotas sênior, o rebaixamento foi de ‘BBB-’ para ‘BB’, enquanto a nota das cotas mezanino alterou-se de ‘BB-’ para ‘B+’.  O rebaixamento é resultado de alterações na carteira de direitos creditórios, que passou a ter uma maior participação de cheques. No período de agosto até setembro de 2017, o valor de tal ativo saltou de R$ 18,8 milhões (16,0%) para R$ 45,7 milhões (39,0%). Além disso, no mesmo período, elevou-se o prazo médio dos títulos a vencer, passando para 108 dias, maior do que a média dos FIDC que a Liberum monitora. O relatório atenta para o risco de liquidez do fundo, uma vez que o prazo médio da carteira de direitos creditórios equivale a três vezes mais do que o prazo possível de resgate das cotas do fundo, que é aberto. Segundo a Liberum, “pondera-se que em out/17 foram feitos resgates das cotas seniores da ordem de R$ 12,4 milhões, ocasionando diminuição da carteira de crédito para 106,2 milhões (ante R$ 117,4 milhões em set/17), uma vez que o Fundo não apresentava ativos líquidos (remanescente do PL) suficientes para fazer frente a totalidade do resgate. ” Para finalizar, os atrasos alcançaram a cifra de R$ 18,5 milhões em outubro de 2017, crescimento de R$ 6,1 milhões na comparação com setembro, fazendo surgir também um crescimento no vencido líquido (vencido - PDD), que migrou de 4,8% para 12,7% do PL.

Aprovada a cisão de parcela do patrimônio do FIDC Valer Multissetorial

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 30 de outubro e 03 de novembro de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Melhora nível de Atrasos em FIDC MM de pior desempenho

Os Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) do segmento Multicedente/Multissacado (FIDC MM), com suas carteiras diversificadas compostas predominantemente por recebíveis comerciais de curto prazo, constituem, por suas características, um setor que justifica uma análise de desempenho à parte. Uma forma de se analisar o desempenho das carteiras dos FIDC MM utilizando-se dados dos seus Informes Mensais se fundamenta nos indicadores referentes aos montantes inadimplentes (Atrasos), especificamente os montantes inadimplentes há no máximo 30 dias e os montantes inadimplentes de 30 a 60 dias. Tais dados, de ambas faixas de prazo referentes à inadimplência, se mostram relevantes para ilustrar de forma mais completa o desempenho de carteiras que, além de serem compostas por recebíveis de curto prazo, tendem a acusar uma forte queda na inadimplência a partir de 30 dias de atraso, muito em função de recompras e substituições. Assim, adicionalmente aos indicadores de Atrasos referentes às duas faixas descritas acima, pode-se destacar também, como parte importante de uma análise mais ampla de desempenho dos FIDC MM, o indicador de montante de recompras (Recompras).

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings

Mais Lidos