FII superam queda e rentabilidade média do mercado atinge 3,7% em 12M

Ao fim de doze meses contados até junho de 2015, 71 Fundos de Investimento Imobiliário (FII) cujas cotas negociaram no âmbito da BM&FBovespa registraram uma rentabilidade efetiva¹ média de 3,7%. A manutenção deste indicador no campo positivo assinala a resiliência do mercado de FII a despeito da contínua elevação da taxa de juros e da deterioração das condições macroeconômicas no país. Se considerarmos apenas os seis primeiros meses de 2015 a rentabilidade média de 75 cotas de FII já perfaz 7,4%, ao passo que no mês de junho este indicador figura nos 2,6%.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Cotistas do FII Polo Estoque aprovam nova amortização de cotas

Veja abaixo esta e outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FII divulgadas entre 20 e 24 de julho de 2015. 

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Andares do BFC são locados para AGU por 10 anos

O FII BTG Pactual Corporate Office Fund (BRCR11), único cotista do FII Prime Portfólio, comunicou ao mercado que foi concluído, pelo último, o processo de locação dos 6 andares restantes do edifício Brazillian Financial Center (BFC), localizado na Av. Paulista, nº 1.374, São Paulo/SP.  Segundo o documento, a presente locação representa a absorção da totalidade das áreas de escritório vagas no imóvel. O contrato de locação foi celebrado com a Advocacia Geral da União (AGU) pelo prazo de 10 anos, com início em julho. Como parte do acordo, é informado que o FII Prime realizará investimentos para adequação dos andares a serem ocupados pelo inquilino, o que deverá ser concluído até o final do ano, momento em que o valor de locação mensal passará a ser devido. O valor de locação por m² está em linha com o mercado para a região, pontifica o comunicado. O BFC passa atualmente por uma reforma de modernização de fachada e dos espaços internos, que deve ser concluída no segundo semestre de 2016, mas que está sendo realizada sem prejudicar a ocupação atual do edifício e o fluxo de locações. A área recém-locada representava 5,2 pontos percentuais da vacância financeira do portfólio do fundo avaliada em maio de 2015, que havia sido de 14,6%. Já em relação à vacância física, a área representava 3,6 pontos percentuais dos 11,1% registrados no mesmo mês.

Pregão BM&FBOVESPA (FII) - 24/Jul/15 - Rentabilidade

No pregão de 24 de julho 79 diferentes cotas de Fundos de Investimento Imobiliário foram negociadas na BM&FBOVESPA, das quais 14 apresentaram valorização de preço, 52 apresentaram desvalorização, 5 não tiveram alteração e 8 não haviam sido negociadas no pregão anterior. Segue as três melhores e as três piores variações de preço no dia, acompanhadas dos respectivos preços médios, volumes negociados e números de negócios.

Melhores Variações

FII Ticker Variação (%) Preço (R$) Montante (R$) Nº Negócios
The One ONEF11 2,94 712,81 40.630 4
Floripa Shopping FLRP11B 1,84 639,33 29.409 2
Hotel Maxinvest HTMX11B 1,77 120,43 10.237 8

Piores Variações

FII Ticker Variação (%) Preço (R$) Montante (R$) Nº Negócios
Cenesp CNES11B -2,83 98,32 9.931 7
Grand Plaza Shopping ABCP11 -3,20 10,59 3.145 7
Multigestão Renda Comercial DRIT11B -8,89 92,02 11.503 4

Pregão BM&FBOVESPA (FII) - 24/Jul/15 - Liquidez

No pregão de 24 de julho 79 diferentes cotas de Fundos de Investimento Imobiliário foram negociadas na BM&FBOVESPA. Foram 4.734 negócios que totalizaram R$ 33,5 milhões. A cota com maior montante negociado e maior número de negócios foi a do FII BB Progressivo II (BBPO11), com R$ 8,5 milhões em 707 negócios.

Pregão BM&FBOVESPA (FII) - 23/Jul/15 - Rentabilidade

No pregão de 23 de julho 77 diferentes cotas de Fundos de Investimento Imobiliário foram negociadas na BM&FBOVESPA, das quais 30 apresentaram valorização de preço, 33 apresentaram desvalorização, 3 não tiveram alteração e 11 não haviam sido negociadas no pregão anterior. Segue as três melhores e as três piores variações de preço no dia, acompanhadas dos respectivos preços médios, volumes negociados e números de negócios.

Melhores Variações

FII Ticker Variação (%) Preço (R$) Montante (R$) Nº Negócios
TRX Realty Logística Renda I TRXL11 2,17 88,83 50.187 26
BB Progressivo BBFI11B 1,24 2.416,54 125.660 10
RB Capital General Shopping Sulacap RBGS11 1,22 53,76 348.764 102

Piores Variações

FII Ticker Variação (%) Preço (R$) Montante (R$) Nº Negócios
Presidente Vargas PRSV11 -1,29 567,28 50.488 14
General Shopping Ativo e Renda FIGS11 -1,47 71,88 302.693 77
Floripa Shopping FLRP11B -1,75 627,77 24.483 4

Pregão BM&FBOVESPA (FII) - 23/Jul/15 - Liquidez

No pregão de 23 de julho 77 diferentes cotas de Fundos de Investimento Imobiliário foram negociadas na BM&FBOVESPA. Foram 4.397 negócios que totalizaram R$ 19,2 milhões. A cota com maior montante negociado foi a do FII BTG Pactual Corporate Office Fund (BRCR11), com R$ 3,4 milhões. Já a cota com maior número de negócios foi a do FII Kinea Renda Imobiliária (KNRI11), com 640 negócios.

Pregão BM&FBOVESPA (FII) - 22/Jul/15 - Rentabilidade

No pregão de 22 de julho 75 diferentes cotas de Fundos de Investimento Imobiliário foram negociadas na BM&FBOVESPA, das quais 29 apresentaram valorização de preço, 37 apresentaram desvalorização, 6 não tiveram alteração e 3 não haviam sido negociadas no pregão anterior. Segue as três melhores e as três piores variações de preço no dia, acompanhadas dos respectivos preços médios, volumes negociados e números de negócios.

Melhores Variações

FII Ticker Variação (%) Preço (R$) Montante (R$) Nº Negócios
RB Capital Prime Realty II Sênior RBPD11 6,35 0,67 1.309 6
Banrisul Novas Fronteiras BNFS11 2,87 89,70 9.778 6
Parque Dom Pedro Shopping Center PQDP11 1,90 1.365,33 36.864 10

Piores Variações

FII Ticker Variação (%) Preço (R$) Montante (R$) Nº Negócios
Domo DOMC11 -3,78 620,00 6.200 2
Grand Plaza Shopping ABCP11 -4,29 10,93 962 5
Memorial Office FMOF11 -6,82 107,99 51.401 18

Pregão BM&FBOVESPA (FII) - 22/Jul/15 - Liquidez

No pregão de 22 de julho 75 diferentes cotas de Fundos de Investimento Imobiliário foram negociadas na BM&FBOVESPA. Foram 4.957 negócios que totalizaram R$ 16,9 milhões. A cota com maior montante negociado foi a do FII BB Progressivo II (BBPO11), com R$ 2,2 milhões. Já a cota com maior número de negócios foi a do FII BTG Pactual Corporate Office Fund (BRCR11), com 744 negócios.

Locatária avisa sobre devolução de 42% da ABL do FII The One

A Rio Bravo Investimentos DTVM, administrador do FII The One, publicou Fato Relevante para comunicar que recebeu, em 21 de julho 2015, aviso de devolução dos conjuntos 11, 12, 13, 14, 21, 22, 23 e 24 pela locatária, Multiplus S.A.. Os respectivos conjuntos somam 2.534,34 m² (BOMA), equivalente a 42,13% da ABL e aproximadamente 50,2% da receita atual do fundo. Segundo o documento, diante das condições do contrato de locação, os conjuntos serão devolvidos em três meses a partir de 01 de agosto de 2015 e o fundo fará jus ao recebimento de uma multa pela rescisão antecipada de aproximadamente 1,3 aluguéis vigentes na ocasião da devolução do espaço. Adicionalmente, a administradora informa estar tomando todas as providências necessárias no sentido de zelar pelos interesses dos cotistas do fundo e buscar novos locatários para os conjuntos. Em fevereiro a Multiplus já havia informado a devolução de outros dois conjuntos (73 e 74) dos quais era locatária. Os conjuntos, devolvidos em maio, somavam 606,61 m² (BOMA), equivalente a 10,08% da ABL e 10,58% da receita do fundo. Em junho foram locados para a MDI Consultoria, conforme Fato Relevante publicado no dia 11 daquele mês. O Edifício The One é o único imóvel do FII homônimo, que tem naquele participação de 44%.

Rankings
Mais Lidos