Alerta de spoiler! Dez FIDCs já ultrapassaram a barreira de R$ 1,00 bilhão em emissões de cotas em 2021

2021 está chegando ao fim mas, antes do apagar das luzes, a Uqbar analisou o mercado primário de FIDCs entre janeiro e setembro de 2021 e traz um alerta de spoiler para você: o total emitido em cotas já está na casa dos R$ 64,37 bilhões, número que, por si só, já é bastante significativo, mas também revela uma informação importante quando analisamos os fundos individualmente, uma vez que os dados interpretam a dinâmica deste mercado.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Categoria de ativo-lastro mais representativa do mercado de FIDCs ultrapassa os R$ 70 bilhões em PL

Os indicadores de patrimônio líquido (PL) consolidado e de número de fundos em operação são importantes quando se busca compreender o mercado de FIDCs. No entanto, também é importante direcionar um olhar mais profundo sobre esses indicadores e buscar observá-los segmentados, de acordo com o tipo de ativo-lastro presente nas carteiras dos fundos. 

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Mercado de FIDCs segue apresentando ritmo forte de crescimento em 2021

O mercado de FIDCs segue demonstrando muita força e consistência em seu crescimento dimensional. Isso fica claro ao se observar os dados de setembro referentes a patrimônio líquido (PL) consolidado e ao número de fundos em operação.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Mercado de FIDCs já tem quase 400 novos fundos registrados em 2021

O ano de 2021 ainda não acabou, mas já desponta como recordista em registros de novos FIDCs na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Antes mesmo de dezembro, já há 396 fundos registrados na autarquia, superando os registros do ano passado em 13%. Na comparação com o ano anterior à pandemia, a alta é de 21%.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Captação líquida do mercado de FIDCs ultrapassa os R$ 30 bilhões

A Uqbar publicou, recentemente, um artigo trazendo uma análise a respeito do montante consolidado emitido em cotas de FIDCs em 2021 até o mês de agosto, atentando para o elevado patamar que o mercado primário se encontra. Porém, ao se observar o nível de desenvolvimento do mercado de FIDCs, é interessante olhar outro indicador: a captação líquida.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Mercado primário de FIDCs se aproxima de R$ 60 bi em 2021

O mercado de FIDCs alcançou, ao final do mês de agosto, a marca de R$ 58,75 bilhões em montante consolidado de emissões de cotas no ano de 2021. A cifra é, consideravelmente, maior do que a marca observada durante o mesmo período de 2020 sendo, portanto, mais um sinal de ganho de robustez deste mercado.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Último convidado do Uqbar Day 2021 coloca a economia brasileira em uma vitrine

O secretário especial do Tesouro Nacional, Bruno Funchal, foi o convidado do fechamento do Uqbar Day 2021. Em uma rica apresentação, expositiva de dados financeiros do Brasil, Funchal deixou claro o seu entendimento sobre o panorama de curto prazo da nossa economia, assim como os problemas estruturais dela, que devem ser ultrapassados por meio de reformas estruturais e do seguimento das agendas formuladas pelo governo.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Inferência e interferência: pesquisa acadêmica e soluções econômicas no Brasil

Marcos Lisboa, presidente do Insper, marcou presença na trilha educacional do Uqbar Day 2021. No evento, trouxe sua visão sobre a pesquisa acadêmica no Brasil, expondo sua enorme relevância para a economia do país em contraste com suas complexidades de implementação.

O problema é que, no Brasil, “a ideia que acabou se solidificando [é] associada a teses abstratas e a longas narrativas. A história tem começo, meio e fim com dados espalhados que se justificam. Um pacote meio completo”, Lisboa apontou. “Boa parte [dos profissionais da academia] é voltada às narrativas: ‘o mundo é Keynesiano...’ O interesse por problemas específicos é de pouquíssimas escolas do Brasil. A integração com computação e a interdisciplinaridade são mais raras ainda”.

iFood é destaque no último dia do Uqbar Day e traz debate sobre a nova economia do Brasil, trazida pelo open banking

O último café Uqbariano prendeu a atenção dos participantes, cujas expectativas mostraram-se altas, já que se tratava de Diego Barreto, vice-presidente de finanças estratégicas do iFood. A nova economia, advinda dos processos de desbancarização, foi o tema desse bate-papo, que tangenciou fintechs a crédito imobiliário.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

CVM mantém decisão e FIDCs que investem em UCS terão de ser encerrados

Em meados do ano passado, o mercado foi surpreendido pela notícia de que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) havia determinado que alguns dos maiores fundos do mercado de FIDCs fossem encerrados, em decorrência do fato de seu principal ativo não ser um direito creditório. Pouco tempo depois, os administradores dos fundos recorreram da decisão, o que deu uma sobrevida aos fundos em questão. Agora, o caso ganhou mais uma atualização.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
Mais Recentes
fii
cri