Socopa e Oliveira Trust mantêm lideranças dos rankings de administradores

Ao longo dos sete primeiros meses de 2017 um total de 58 Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC) entraram em operação, somando, ao final de julho, mais de R$ 8 bilhões em Patrimônio Líquido (PL). Quando considerados os dados referentes aos rankings Uqbar de administradores de fundos atuantes neste período, observa-se que catorze instituições repartiram entre si os novos FIDC estreantes em 2017. Tal número se aproxima daquele referente aos administradores atuantes em novos FIDC para todo o ano de 2016, que foram quinze.  Por outro lado, o mercado de administradores de novos FIDC se manteve concentrado nos maiores players em 2017, tal qual se verificou em 2016.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

S&P eleva 45 classificações de risco

A S&P anunciou, em 18/08/2017, que promoveu uma série de elevações de classificação de risco de emissões de operações estruturadas, entre CRI, CRA e FIDC. No entanto, tal decisão se pautou apenas em aspectos não ligados diretamente ao risco de crédito do lastro dos títulos. Segundo a agência, “A maior parte das referidas elevações de rating resulta meramente da revisão da tabela de mapeamento, a fim de distinguir de maneira mais apropriada os ratings na escala nacional. Elas não representam uma mudança de nossa opinião sobre a qualidade de crédito da emissão “. A exceção foi o FIDC Driver Brasil Two Volkswagen que, de acordo com a S&P, teve a classificação de suas cotas mezanino elevada devido a um acúmulo de proteção de crédito. Ao todo foram 45 elevações, sendo que 27 foram em relação a FIDC, 14 em relação a CRA e apenas duas de CRI.

Cotistas do FIDC Just aprovam emissão de R$ 130,0 milhões

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 14 e 18 de agosto de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

FIDC Gávea Sul Multissetorial LP troca de gestora

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 07 e 11 de agosto de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Cotistas do FIDC Valecred aprovam cisão do fundo

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 31 de julho e 04 de agosto de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Substituições, Amortizações e DF de FIDC são aprovadas por cotistas

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 24 e 28 de julho de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Cotas subordinadas de FIDC Multicedente Multisacado rendem 26,1% em 12M

Em prosseguimento a série iniciada em abril último, a Uqbar divulga o desempenho de rentabilidade das cotas dos Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) do segmento Multicedente Multisacado (MM), tomando por base dados contidos no Informe Mensal (IM) de cada fundo. Os dados se referem apenas às cotas das classes subordinada* e única, que são os títulos de perfil de rentabilidade mais similar a um investimento em equity.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Emissões de FIDC crescem mais de 30% em 2017, mas captação líquida permanece negativa

Ao final do primeiro semestre do ano de 2017, observa-se que o mercado de Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC) apresenta Captação Líquida (CL) acumulada negativa no ano de R$ 1,97 bilhão¹. A CL resulta da diferença entre os montantes consolidados de emissões e de amortizações² de cotas de FIDC. Apesar da marca ainda em campo negativo, a CL do mercado de FIDC no primeiro semestre melhorou em relação ao nível apresentado para os primeiros seis meses de 2016. Tal progresso resultou de, olhando para cada componente da CL, um crescimento de mais de 30,0% no volume de emissões de FIDC em 2017 em comparação com o mesmo período em 2016, combinado com uma queda neste ano no volume de amortizações. Um segmento do mercado que havia contribuído no sentido de sua maior expansão em 2016, que corresponde aos FIDC Não Padronizados (NP), no atual ano sofreu redução em termos de CL, tendo sofrido aumento de quase 50,0% no volume de amortizações.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Cotistas de FIDC aprovam amortização de cotas sênior e subordinadas

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 17 e 21 de julho de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Após queda de PL nos primeiros meses de 2017, segmento NP volta a se expandir em junho

Ao fim do mês de junho de 2017 o segmento de Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios Não Padronizados (FIDC NP) apresentou expansão em relação ao mês anterior, voltando a crescer após a queda ocorrida no mês de maio. O segmento dos FIDC NP se expandiu tanto em montante de Patrimônio Líquido (PL) quanto em número de fundos em operação, tendo crescido 1,6% e 1,2%, respectivamente. Mesmo com a ascensão do segmento NP, o consolidado do mercado de FIDC como um todo não foi relevantemente impactado e voltou a apresentar queda de PL pelo segundo mês consecutivo. Por outro lado, em termos de número de fundos houve crescimento, mas apenas marginal.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Lidos