Cotistas de FIDC decidem que desenquadramento não constitui evento de liquidação

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 19 e 23 de fevereiro de 2018.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Indústria de FIDC capta mais de R$ 6 bilhões em 2017

Encerrado o ano de 2017, o mercado de Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC) apresentou captação líquida anual positiva de R$ 6,47 bilhões. Este indicador resulta da diferença entre os montantes anuais realizados de emissões e de amortizações* de cotas, que foram de R$ 47,73 bilhões e de R$ 41,27 bilhões respectivamente. Vale ressaltar que tanto o montante emitido quanto o amortizado correspondem às maiores marcas já atingidas na história deste mercado. Juntamente com a captação líquida consolidada situada no campo positivo em 2017, observou-se a elevação do Patrimônio Líquido (PL) no período, de R$ 65,86 bilhões em dezembro de 2016 para R$ 80,52 bilhões, em dezembro último, também alcançando um recorde para esse mercado.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

FIDC Artemus Multissetorial altera parâmetros de concentração

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 12 e 16 de fevereiro de 2018.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Cotistas do FIDC AR Imobiliários I decidem não liquidar o fundo

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 05 e 09 de fevereiro de 2018.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Cotas sênior e mezanino do FIDC Kreditare são elevadas pela Austin

Em 06/02/2018 a Austin elevou a classificações de risco das cotas sênior, de ‘A-’ para ‘A’, e das cotas mezanino I, de ‘BB+’ para ‘BBB-’, do FIDC Kreditare. Nas palavras da agência, a elevação é consequência, principalmente, do bom desempenho do fundo, com enquadramento aos critérios regulamentares e volumes reduzidos de créditos vencidos e recompras. Além disso, outro aspecto positivamente mencionado consiste no retorno das cotas subordinadas, com rentabilidade acumulada de 64,22% nos últimos doze meses.

FIDC Multisetorial Ásia LP é transformado em FIDC NP

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 29 de janeiro e 02 de fevereiro de 2018.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

PL dos FIDC já encosta nos R$ 80 bilhões

O mercado de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) encerrou o ano de 2017 com recordes históricos tanto em termos de Patrimônio Líquido (PL) consolidado quanto em número de fundos em operação. O montante consolidado de PL dos FIDC alcançou a marca de R$ 79,87 bilhões ao final de dezembro de 2017, maior marca do registro histórico do setor, denotando uma ampliação de 21,5% em relação ao total deste indicador aferido ao final de 2016, de R$ 65,71 bilhões. Já o número total dos fundos em operação saltou para o novo recorde de 635 no fim de 2017, contra 525 um ano antes, o equivalente a um aumento de 21,0%.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Cotista aprova liquidação antecipada do FIDC Nubank

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 22 e 26 de janeiro de 2018.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Aprovada a substituição na gestão do FIDC Anhanguera Educacional

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 15 e 19 de janeiro de 2018.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Número de FIDC Imobiliários e do Agronegócio atingem seu máximo em 2017

Como reafirmado em artigo anteriormente publicado no TLON, abordando o crescimento dos fundos de cartão de crédito, como veículo de investimento, os Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) são flexíveis o bastante para abrigar direitos creditórios oriundos dos mais diversos segmentos econômicos e referentes aos mais variados tipos de cedentes e sacados. Sendo o principal veículo de securitização brasileiro, mesmo quando se trata de segmentos tradicionais da economia, como o imobiliário e o agropecuário, que já contam com veículos específicos de securitização, as operações de FIDC também contribuem como opções presentes de financiamento e investimento.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Lidos