Cinco maiores FII de Renda Fixa mantêm R$ 2,77 bi de CRI em carteira

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) que adquirem títulos de renda fixa, tais como Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), somaram patrimônio líquido (PL) de R$ 9,02 bilhões em abril de 2017, cifra que é distribuída entre os 35 diferentes fundos que compõem a categoria. Os números incluem os 16 fundos com cotas negociadas na B3, cujo PL consolidado somou, no mesmo mês, R$ 4,71 bilhões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Dois FII aprovam emissões que podem ultrapassar R$ 100,0 milhões

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FII divulgadas na CVM entre 5 e 9 de junho de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Mapeando e monitorando os shoppings investidos por FII

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) que investem em shopping centers compõem, atualmente, a segunda maior categoria de tipo de imóvel do mercado, medida em termos de Patrimônio Líquido (PL). A afirmação se aplica ao mercado como um todo e quando restrito apenas aos fundos com cotas listadas para negociação na B3. O PL consolidado de todos os FII de shopping center atingiu R$ 11,16 bilhões em abril de 2017, enquanto o PL consolidado dos fundos listados soma R$ 8,13 bilhões. A análise de cada um dos ativos imobiliários deste tipo de FII, a seu turno, revela que, embora concentrados no eixo Rio-São Paulo, estes fundos investem em locais tão setentrionais quanto Belém/PA, e somam, em termos de área construída consolidada, pelo menos 1,0 milhão de metros quadrados.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Renda Fixa é a classe de FII que subdesempenha em rentabilidade em 2017

Em maio de 2017, as 86 cotas de Fundos de Investimento Imobiliário (FII) que foram negociadas no âmbito do mercado de bolsa da B3 apresentaram rentabilidade efetiva¹ média mensal de apenas 0,1%. Em termos agregados quanto ao tipo de ativo-lastro predominante na carteira dos fundos, a classe mais representativa do mercado, Imóveis, registrou rentabilidade efetiva média ligeiramente acima da média do mercado, mas um pouco abaixo da média computada para os FII de Renda Variável. Por outro lado, os fundos de Renda Fixa, que se destacaram neste quesito frente às outras classes em tempos passados de juros nominais mais elevados, foram os únicos a apresentar rentabilidade negativa.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

JT Prev Desenvolvimento Habitacional aprova emissões de R$ 30,0 milhões

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FII divulgadas na CVM entre 29 de maio e 2 de junho de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Cotas de FII registram ligeira desvalorização em maio

O mercado secundário de cotas de Fundos de Investimento Imobiliário (FII) negociadas no âmbito do mercado de bolsa da B3 registrou, pelo segundo mês consecutivo, desvalorização do preço médio das cotas em maio de 2017. Neste mês, a variação média¹ dos preços das cotas de FII ficou negativa em 0,6% na comparação com abril. Apesar disso, a variação média de preços acumulada em 2017 permanece em território positivo, se fixando em 7,3%.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Secundário de FII supera R$ 600 milhões e 100 mil negócios em maio

O mercado secundário de cotas de Fundos de Investimento Imobiliário (FII), negociadas no âmbito do mercado de bolsa da B3, registrou expressivo crescimento mensal em volume negociado em maio de 2017. O montante negociado atingiu sua terceira maior cifra mensal dos últimos três anos, e o número de negócios voltou a ultrapassar a barreira dos 100 mil negócios mensais, depois de um desempenho fraco em abril.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

FII Terra aprova nova emissão de cotas

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FII divulgadas na CVM entre 22 a 26 de maio de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Capitalização de mercado dos FII atinge R$ 26,59 bilhões e ágio de 2,01%

Ao final de abril de 2017 os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) cujas cotas foram negociadas no mês no mercado secundário da BM&FBovespa somaram, em termos consolidados, uma Capitalização de Mercado¹  (CM) de R$ 26,59 bilhões. Tal indicador alcança crescimento anual de 27,8% em relação a abril de 2016, quando a CM atingia R$ 20,80 bilhões. Esta expansão reflete tanto novas emissões realizadas pelos FII, como a valorização de preço de suas cotas. A análise, de acordo com os critérios adotados pela Uqbar², considerou a mesma base de fundos para ambos os anos, um total de 88.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Dois FII aprovam emissões de quase R$ 1 bilhão

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FII divulgadas na CVM entre 15 a 19 de maio de 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Páginas de Participantes
Mais Lidos